Loading...

domingo, 25 de outubro de 2009

rio ponto 50

DA para acreditarno que acontece no Rio de Janeiro? Uma zona de guerra já se formou, traficantes com armamento que faria o Ranbo ter inveja.O uso de equipamemto militar por parte dos traficantes nunca foi novidade, a policia perder homens todos os dias ,tambem não ,basta ver as estatisticas pelo menos 3 policiais morren tosdos os dias nos morros do Rio, então qual e o ponto relevante da questão?Porque mais um dia comum no Rio vira manchete internacional?
A perda da maquina, o relevante para a ssociedade não foi a perca de homens, mas sim a forma como acomteceu ,uma novidade,que custa muito caro, o seguro pago pelo estado as familias dos policiais perdidos é muito inferior ao do helicoptero, este sim equipamento de ponta e com seu valor confirmado por nota fiscal, IPI, ICMS,PIS, COFINS, Em fim tá tudo na nota fiscal, Agora quanto vale um policial? Tem nota para comprovar o valor? Quen da garantia?Se ser defeito tem como trocar?
Oque me assusta é a desvalorização do homem frente a maquina e como isto extrapola a questão industrial, e se mostra presente na vilencia urbana.
Tragico tragico



PONTO 50 metralhadora anti-aerea calibre 50, pode ser manuseada por dois individuos um controlando o munição para que a correia de balas não enrosque e o artilheiro disparando, muito commun no Vietnã.

Nenhum comentário:

Postar um comentário